0

Biscoitos de Gengibre (1845)

Olá pessoal! Tudo bem?
Como estão os preparativos do Natal?

Hoje eu vim trazer pra vocês uma receita de biscoitos natalinos da era vitoriana, mais especificamente de 1845. É bem simples é muito fácil de lembrar para fazer em qualquer lugar. A perfeita receita pra fazer em cima da hora!

Os ingredientes básicos são só farinha, açúcar e manteiga,  além de alguns temperos que podem ser gengibre em pó (obviamente), canela, cravo, cardamomo, etc.

Então, vamos fazer?

A quantidade de açúcar é sempre metade da quantidade de farinha e a manteiga é um terço da quantidade de farinha. Para cada 150 gramas de farinha adicionamos 10 gramas de tempero.
Então fica assim:

Para cada 150gr de farinha de trigo:

  • 75 gr açúcar
  • 50 gr manteiga
  • 1 col de chá de canela em pó
  • 1 col de chá de gengibre em pó

Tranquilo, né?

Vamos pro preparo:

  1. Misturamos a farinha e a manteiga com a ponta dos dedos até virar uma areia,  adicionamos o açúcar;
  2. Se estiver muito seco, pode adicionar um pinguinho de leite (ou mais manteiga, como quiser), até a massa ficar no ponto para enrolar bolinhas;
  3. Agora basta abrir a massa e dar forma aos biscoitos;
  4. Levar ao forno médio por aproximadamente 10-15 minutos ou até os biscoitos ficarem moreninhos.

Esses biscoitos de Natal ficam bem crocantes se você tiver o cuidado de manter a massa sempre um pouquinho fria. Eu sei que nesse calorão é complicado, mas vale muito a pena se você puder usar a manteiga/margarina bem fria e não ficar com a palma da mão em contato com a massa por muito tempo. Abrir a massa numa superfície de pedra também ajuda muito!

Espero que gostem! Eu não passo mais Natal sem eles!

Um beijão e um bom Natal Vintage pra vocês!!

 

0

Pistou

20161011_1205361Pistou é a versão provençal do pesto italiano. A base de ervas e azeite, o pistou estava sempre presente em vários dos restaurantes especializados em comida provençal que Émile Zola (ele mesmo tendo sido criado em Aix-en-Provence) frequentava com seus amigos.

O pistou é basicamente um molho, que pode ser usado como uma pasta para passar numa torrada, temperar peixes ou mesmo fazer uma sopa. A sopa de pistou é uma especialidade do sul da França.

Aqui embaixo vai a receita da época do Zola:

Ingredientes:

  • 6 dentes de alho
  • 2 ramos de folhas de manjericão
  • 100 gr de queijo parmesão ralado (de preferencia na hora)
  • 50ml de azeite de oliva
  • pimenta do reino moída
  • 1 pitada de sal

 

  1. Descasque e pique bem o alho e o amasse bem em um pilão.
  2. Junte o manjericão, bem picado, e continue pisando até formar uma pasta.
  3. Adicione o queijo e a pimenta e mexa bem.
  4. Agora basta ir juntando o azeito em um fio contínuo até que se obtenha uma textura de pasta. Depois é só colocar a pitada de sal e dar mais uma mexidinha!

 

0

Frango Marengo do Napoleão

20161012_1528351

Reza a lenda que após a Batalha de Marengo (para mais informações, veja aqui no Wikipedia), quando Napoleão Bonaparte ainda era o Primeiro Consul, o alto comando ficou com fominha. Porém a carga de suprimentos deles havia sido perdida, extraviada.

Então, o cozinheiro pediu que pegassem o que conseguissem encontrar na cidade. Os soldados voltaram com: uma galinha, tres ovos, 4 tomates, 6 camarões de rio, alho, um ramo de salsinha, azeite e uma panela.

E foi com isso que o cozinheiro saciou a fome do pessoal. Quer experimentar? Aqui vamos nós!

Receita:

Ingredientes

  • 1,5 a 2kg de coxas/sobrecoxas de frango
  • Ossos de frango
  • 4 col (sopa) manteiga
  • 1 1/2 de água
  • 1 alho poró pequeno (opcional)
  • 1/2 xíc de conhaque
  • 4 tomates
  • 2 ramos pequenos de salsinha
  • 300gr de polpa de tomate (opcional)
  • 1 col (sopa) azeite
  • 3 ovos
  • Óleo (para fritar os ovos)
  • Sal e pimenta do reino
  1. Limpar as coxas e reservar
  2. Numa panela, derreter 1 colher da manteiga, juntar os ossos (se tiver) e deixar dourar. Adicionar água e a parte verde do alho poró, 1 dente de alho e os talos de salsinha. Reduzir bastante o caldo, coar e reservar.
  3. Numa panela grande, com o fundo grosso, aquecer o resto da manteiga junto com o azeite para dourar o frango. Juntar o outro dente de alho, cortado ao meio apenas, a parte branca do alho poró, os tomates cortados em quartos e a salsinha bem picada.
  4. Depois de refogar tudo, juntar o conhaque. (Nessa hora eu também coloquei uma cebola cortada em quartos para dar um sabor a mais)
  5. Quanto o álcool evaporar, colocar o caldo e a polpa de tomate e deixar tudo ferver por volta de 20 minutos. Ajustar o sal e a pimenta.
  6. Enquanto o frango fica pronto, basta fritar os ovos e juntá-los no prato com o frango.

Voilá! Está pronta a comida dos guerreiros vitoriosos!

.