0

Biscoitos de Gengibre (1845)

Olá pessoal! Tudo bem?
Como estão os preparativos do Natal?

Hoje eu vim trazer pra vocês uma receita de biscoitos natalinos da era vitoriana, mais especificamente de 1845. É bem simples é muito fácil de lembrar para fazer em qualquer lugar. A perfeita receita pra fazer em cima da hora!

Os ingredientes básicos são só farinha, açúcar e manteiga,  além de alguns temperos que podem ser gengibre em pó (obviamente), canela, cravo, cardamomo, etc.

Então, vamos fazer?

A quantidade de açúcar é sempre metade da quantidade de farinha e a manteiga é um terço da quantidade de farinha. Para cada 150 gramas de farinha adicionamos 10 gramas de tempero.
Então fica assim:

Para cada 150gr de farinha de trigo:

  • 75 gr açúcar
  • 50 gr manteiga
  • 1 col de chá de canela em pó
  • 1 col de chá de gengibre em pó

Tranquilo, né?

Vamos pro preparo:

  1. Misturamos a farinha e a manteiga com a ponta dos dedos até virar uma areia,  adicionamos o açúcar;
  2. Se estiver muito seco, pode adicionar um pinguinho de leite (ou mais manteiga, como quiser), até a massa ficar no ponto para enrolar bolinhas;
  3. Agora basta abrir a massa e dar forma aos biscoitos;
  4. Levar ao forno médio por aproximadamente 10-15 minutos ou até os biscoitos ficarem moreninhos.

Esses biscoitos de Natal ficam bem crocantes se você tiver o cuidado de manter a massa sempre um pouquinho fria. Eu sei que nesse calorão é complicado, mas vale muito a pena se você puder usar a manteiga/margarina bem fria e não ficar com a palma da mão em contato com a massa por muito tempo. Abrir a massa numa superfície de pedra também ajuda muito!

Espero que gostem! Eu não passo mais Natal sem eles!

Um beijão e um bom Natal Vintage pra vocês!!

 

Anúncios
0

Adivinha quem tá de volta?!

É Halloween, mas a notícia é boa! A Cozinha Vintage voltou de vez da tumba, depois de ficar um bom tempo encolhidinha por lá!

Depois de todos esses meses sem postar, finalmente voltei com novas velhas receitas! Há bastante tempo eu tenho planejado voltar a postar, mas sempre acontece algo e eu nem consigo chegar perto da cozinha…

Mas agora finalmente consegui criar tempo para testar os meus livrinhos queridos, ainda mais depois que ganhei esta belezinha aqui:

20161017_110314.jpg

Tcharan!!! Ganhei este livro ma-ra-vi-lho-so de aniversário.  Eu e meu namorado estávamos viajando e fomos no Sint Jans Hospital, em Bruges (hoje em dia um museu incrível, por sinal!), onde ele comprou este livro escondido pra mim. Não sei se é possível encontrar aqui no Brasil (mas o Amazon tá aí pra isso).

Mais algumas páginas aqui pra quem quiser ver…

20161017_110535.jpg20161017_110741.jpg20161017_110639.jpg

Logo logo eu volto com novidade!!!

1

Pão egípcio

20160324_194304.jpg

Finalmente voltando a postar! Hoje, aproveitando a Sexta-feira Santa, estou compartilhando uma receita antiga de um pão pra você partilhar com os seus amigos.

Eu não sei exatamente de quando é a receita, apenas que é da Antiguidade. Eu a encontrei num site americano mas eles não tem fonte… Bom, mas o pão é bem simples de fazer e fica muito gostoso!

 

Ingredientes:

  • 300ml de água morna
  • 25gr de fermento biológico fresco (ou metade desse peso do seco)
  • 500gr de farinha
  • 1/2 col. chá de sal
  1. Se você usar o fermento fresco, comece misturando o fermento na água. Se não, misture o fermento na farinha.
  2. Adicionar a água à mistura de farinha e sal aos poucos, até a massa começar a agarrar menos.
  3. Sovar por pelo menos 15 minutos numa superfície com farinha polvilhada (com vontade, senão o pão fica pesado).
  4. Deixar a massa descansar por mais ou menos 40 minutos.
  5. Quando a massa tiver dobrado de tamanho mais ou menos, cortar em 8 pedaços de tamanho igual e formar discos bem finos.
  6. Levar a forno médio preaquecido por 8-10 minutos.

E pronto! Mas não deixe pra comer depois, o pão vai ficar bem duro no dia seguinte. Também fica uma delícia se misturar ervas finas e azeite na massa!

0

Tarte de Bry (receita medieval de cheesecake!)

wpid-20151017_182037.jpgOi pessoal!

Depois de um bom tempo sem postar nenhuma receita, finalmente tive tempo de postar essa torta que deve ser uma das receitas mais antigas de cheesecake.

Embora o nome seja tarte de bry, e muita gente pense que esse “bry” tenha a ver com o queijo Brie, nas receitas originais não há menção nenhuma a este queijo em particular. Geralmente o que pedem é um queijo que não seja nem muito duro e nem muito pastoso.

Eu fiz com uma ricota, mas pode ser com aparentemente qualquer queijo que der pra ralar ou esfarelar, no meu caso.

A receita é do livro “Forme of Cury”, do século XIV, e pra variar só um pouco, não diz as quantidades. Então eu fui tentando acertar enquanto fazia:

Ingredientes:

  • Massa para torta
  • Gemas de ovo (umas 3 ou 4)
  • Queijo (200gr)
  • Gengibre em pó (1/2 colher de chá)
  • Açúcar (1/3 de xícara)
  • Açafrão (1/2 colher de chá)
  • Sal, uma pitada

Método:

  1. Basicamente misturar todos os ingredientes (menos a massa, claro) e bater muito bem, até a mistura formas umas bolhinhas.
  2. Abrir a massa em uma forma de tarte e levar ao forno médio até a superfície pegar uma cor mais morena.

Eu adicionei uma colher de suco de limão para dar um gostinho, mas não é necessário! Só o gengibre e o açafrão já vão dar um gostinho suave pra torta, que fica bem firme!

0

Massa para tortas (séc XVIII)

Oi gente!

Como prometido, aqui está a massa que usei para a torta de abóbora:

Ingredientes:

  • 2 xíc. farinha de trigo peneirada
  • 1/2 xíc. manteiga
  • Pitada de sal
  • Água (de preferência gelada)

Obs.: A quantidade de manteiga é sempre metade em peso da quantidade de farinha.

Método:

  1. Misturar a farinha, sal e manteiga com as pontas dos dedos.
  2. Quando ficar tipo uma areia, ir adicionando água aos poucos.
  3. O ponto será certo quando a massa não esfarelar demais, mas também não ficar colando.
  4. Agora é só esticar e colocar na forma. Enquanto estiver fazendo o recheio é melhor deixar a massa na geladeira para a manteiga não derreter!

A massa fica firme e fácil de cortar quando a torta fica pronta!